A AULA DO SILÊNCIO MONTESSORI

Atualizado: 23 de Abr de 2019

A aula do silêncio na pedagogia Montessori: porque é tão importante para o progenitor perceber a utilidade[1] .

De acordo com a visão de Maria Montessori, o silêncio, em pedagogia, tem um valor muito importante e profundo. Pensem no simples facto de que cada indivíduo, seja adulto ou criança, precisa de silêncio para descansar, regenerar-se e também para refletir, concentrar-se e perceber (processar pensamentos). Por isso, o silêncio torna-se num meio valioso para crescer e educar as crianças.

Foi mesmo por esta razão que foi introduzida, no método Montessori, a famosa aula do silêncio.



Quanto é importante o silêncio para as crianças?


O silêncio é o sossego dos sentidos. Transmite aquela “certa” tranquilidade que permite ao corpo e à mente regenerar-se.

Passamos os nossos dias no barulho. Muitas vezes distrai-nos, confunde-nos, agita-nos e cansa-nos. Isto acontece com todos: adultos e crianças.

É preciso sublinhar que, infelizmente, para as crianças os efeitos do barulho são amplificados. Na “mente absorvente” delas e nas fases de crescimento delas, o barulho é um obstáculo pesado, não só para o desenvolvimento sensorial mas também para o bem-estar geral deles.

O silêncio permite às crianças de reequilibrar-se. Fazer com que elas experimentem, cada dia, alguns momentos de silêncio, permite-lhes apreciá-lo, perceber o significado e o valor e sobre tudo lhes permite refletir sobre a relação entre elas e os outros.

O silêncio traz sossego, o sossego traz equilíbrio, o equilíbrio traz a serenidade adequada para encarar a vida e aprender a crescer.



O silêncio afina a nossa sensibilidade. Quando ficamos em silêncio não só podemos ouvir com maior atenção a palavras do outro, por isso conseguindo “alcançá-lo”, mas também somos capazes de captar a realidade que nos envolve. Então, é importante deixar que a criança possa viver esta realidade, preservando para ela uma relação de acolhimento e ajuda.

Maria Montessori






Por que as crianças parecem amar tanto o barulho?


Muitas vezes vemos as crianças ser os protagonistas de tanto barulho. O motivo é simples: elas amam o barulho. Mas a pergunta a fazer não é por que elas amam tanto o barulho. A pergunta correta é "porque elas não amam o silêncio?" Acontece a mesma dinâmica de quando eram bebés e chegava a hora de dormir e tinham de adormecer. Como quando fecham os olhos e percebem a escuridão e o sono como "um fim", percebem o silêncio como um vazio absoluto. São duas experiências que não conseguem compreender e, por isso, são experiências negativas que procuram evitar. No primeiro caso, vemos noites sem dormir dos pais tentando fazer adormecer uma criança desesperada; no segundo caso, vemos crianças que gritam e fazem barulho. Só assim podem preencher o vazio criado pelo silêncio. Aprenda a conhecer o verdadeiro significado do silêncio, entenda sua importância e aprecie seus benefícios. É isso que o método Montessori quer ensinar às crianças com a aula do silêncio.




Os grandes benefícios da aula do silêncio Montessori


O silêncio, na educação montessoriana, não é visto como a punição clássica que é dada às crianças indisciplinadas nas escolas tradicionais. No método Montessori, na verdade, o silêncio é visto como uma oportunidade dada à criança para aprender a relacionar-se com os outros e descobrir o prazer de ouvir. Nas escolas montessorianas, verdadeiras aulas de silêncio são organizadas para ensinar seu profundo significado. As crianças não devem temer, mas sim conhecê-lo e apreciá-lo, a fim de aprender a colher todos os benefícios que ele traz.

Mas quais são esses benefícios?

O silêncio permite que as crianças desenvolvam:

  • concentração

  • meditação

  • a capacidade de escutar

  • a capacidade de se relacionar com os outros

  • a calma



Trazendo um pouco de silêncio para a casa: o papel do pai


Ser capaz de recriar uma situação de silêncio, mesmo em casa, significa muito para a criança. Algumas pequenas precauções são suficientes e os pais podem facilmente apoiar a criança num crescimento saudável e construtivo.

Limitar os ruídos e eliminá-los ocasionalmente, especialmente quando as crianças são muito pequenas, é realmente essencial. O progenitor deve ajustar o volume vindo da televisão, rádio ou outro dispositivo electrónico de forma a proporcionar um tom de conversa normal.

Muitas vezes imerger a criança na natureza, longe dos ruídos caóticos da cidade, permitirá que ela entenda o valor do som. Traga as crianças, aos fins de semana, para grandes espaços verdes e deixe-as apreciar o som do vento nas folhas e os movimentos dos animais.

Observar a criança quando está empenhada numa atividade, sem interferir com palavras supérfluas, manterá o silêncio necessário para sua concentração.

Escutar em silêncio a criança quando ela diz algo, fazê-la explicar uma situação emocional, sem a sobrecarregar com palavras, fará com que compreenda o respeito por ouvir outra pessoa quando fala.

Fazer pequenos exercícios de reflexão com a criança irá exercê-la na calma. Basta mergulhar no silêncio, fechar os olhos, recriar na sua mente um momento feliz já experimentado para que possam reviver e ouvi-lo.



Incentivar o silêncio não significa, no entanto, impor-lhe, silenciar a criança, mas sim criar as condições para ela se manifestar espontaneamente: oferecer à criança um ambiente não barulhento, não interrompê-la verbalmente quando realiza uma atividade com interesse, permitindo-lhe observar um insecto que capta a criança, a sua atenção ou uma pedrinha apanhada do chão, sem sempre querer ser intérpretes com as nossas palavras dos seus pensamentos.

Maria Montessori





Ensine um silêncio significativo


O silêncio deve ser significativo para a criança, não um momento vazio e um fim em si mesmo. O silêncio que a criança gera, por exemplo, enquanto vê televisão ou desenhos animados, não é um silêncio saudável e educativo, mas completamente sem sentido.

Com a aula do silêncio, Maria Montessori ensinou às crianças o que significa ter respeito pelos outros.

Através do jogo, as crianças descobriram sons aos quais nunca prestaram atenção antes e que os deixaram surpreendidos e felizes.

O som da chuva, o canto dos pássaros, o som do vento nos galhos... Um momento de silêncio cheio de significado, onde a criança pode vivenciar tudo o que a rodeia com calma e plenitude.




[1] Artigo do blog Metodomontessori.it e traduzido por Crianças Independentes.



CRIANÇAS INDEPENDENTES

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2020 Crianças Independentes